12 Dicas para economizar com seu bichinho de estimação

Cuidar do seu pet não precisa custar caro.

Guia de Bolso | 29 de junho de 2015
dicas para economizar
economizar
finanças pessoais
planilha financeira

Mais do que simples animais domésticos, cachorros, gatos e outros bichos são nossos companheiros; muitas vezes até considerados membros da família.

Mas é claro que manter aquele rabinho sempre balançando satisfeito tem alguns custos.

Então, confira alguns passos para cuidar do seu animal de estimação sem mexer muito no seu bolso:

1 – NÃO COMPRE, ADOTE.

Se você ainda não tem um bichinho em casa ou está pensando em ter outro, pense na possibilidade de adotá-lo. Há milhares de animaizinhos muito fofos para adoção em abrigos, ONGs e campanhas de conscientização. E além de economizar dinheiro, você ainda estará sendo colaborativo. Procure sites de abrigos, visite-os, confira a limpeza e situação geral dos animais, converse com o veterinário do local e adote seu bichinho. A venda, em sua maioria, estimula os maus tratos e a criação apenas para reprodução. Pense nisso. Adote.

2 – CONHEÇA BEM SEU ANIMAL.

Para começar, informe-se com um veterinário sobre os costumes e o comportamento, desde a alimentação até cuidados do dia a dia, para saber como tratá-lo melhor. E passe tempo com seu pet. Ele precisa de atenção para não desenvolver problemas como estresse e depressão (assim como nós humanos). Além disso, acompanhando-o fica mais fácil perceber logo quando houver algo de errado, evitando problemas mais sérios (e mais caros).

3 – ESTEJA EM DIA COM AS VACINAS.

Deixar de vacinar seu pet para não gastar dinheiro pode parecer uma boa economia na hora. Mas no futuro pode representar um gasto muito maior, além de ser ruim para a saúde do seu animalzinho.

4 – FAÇA EXERCÍCIOS COM SEU PET.

Saia para correr com seu cachorro; brinque de pega-pega; jogue novelos para seu gato; faça-o perseguir fios correndo. Esses são alguns exemplos de como manter seu animal saudável (economizando com a saúde dele) e também servem para você se exercitar e economizar até pessoalmente (com a academia, por exemplo).

5 – DÊ MUITA ÁGUA, LIMPA E FRESCA.

Assim como nós, os animais também precisam de água em abundância. Mantenha o pote sempre limpo e cheio de água fresca e garanta economia com a saúde do seu bicho de estimação.

6 – DÊ A MELHOR COMIDA.

Outra dica para economizar com a saúde do seu companheiro. Lembrando que a melhor não precisa ser a mais cara, mas sim a mais adequada para a raça, o porte, a idade, o ambiente e o gosto do seu bichinho.

7 – COMPRE COMIDA EM GRANDE QUANTIDADE.

Atacados e distribuidoras são ótimas opções para economizar com a alimentação do seu animal doméstico. Então, compre em grande quantidade de uma só vez, mas sempre atento à validade. Se seu bichinho é pequeno e come pouco, uma alternativa pode ser se juntar a amigos que tenham um com a mesma alimentação e possam comprar com você.

8 – MANTENHA SEU BICHO LIMPO.

Em vez de mandá-lo para o pet shop, você mesmo pode dar banho nele. E além de mantê-lo saudável e economizar, ainda se diverte e passa mais tempo com seu au-au ou miau.

9 – SE É SIMPLES, TRATE VOCÊ MESMO.

Leia, informe-se previamente com o veterinário e aprenda a tratar resfriados e verminoses, cortar unhas, limpar os dentes, etc. para economizar com o pet shop. Mas nunca medique seu bicho por conta própria sem conhecimento nem use remédios humanos nele. Ou o barato pode sair caro.

10 – COMPRE PRODUTOS USADOS OU FAÇA VOCÊ MESMO.

Antes de comprar uma casinha ou brinquedo novo, por exemplo, pesquise produtos mais em conta em sites de usados. Ou descubra como fazer você mesmo.

11 – AO VIAJAR, CONFIE NOS AMIGOS.

Hotéis para animais podem custar bem caro. Então, de acordo com o tempo de viagem, analise se é possível que um amigo vá a sua casa diariamente alimentar seu bichinho ou se algum amigo pode ficar com seu bichinho a casa dele por uns dias.

12 – CRIE UMA PLANILHA FINANCEIRA DO SEU PET.

Anotar com frequência nossos gastos nos ajuda a controlar melhor nossas finanças. E isso também vale para os gastos com seu pet. Você pode incluí-los na sua planilha financeira pessoal ou fazer uma planilha exclusiva para controlar os gastos com seu animal.

 

Ainda não tem uma planilha financeira pessoal?

Baixe a sua junto com o KIT DE FERRAMENTAS PARA FINANÇAS PESSOAIS e aprenda a economizar ainda mais.

 

Gostou dessa dica? Cooperação começa por aqui, compartilhe esse conhecimento.


Assine nossa newsletter!


    Matérias que você também pode gostar