20 segredos para economizar no casamento dos sonhos

Descubra como gastar menos com a cerimônia sem perder a emoção do momento.

Guia de Bolso | 27 de janeiro de 2016
casamento
cerimônia
cerimônia de casamento
dinheiro
economizar
economizar no casamento
gastar menos
gastar menos com a cerimônia
sistema cooperativo de crédito
economizar no casamento
economizar no casamento

Um casamento é um momento de grande emoção, marcante na vida de qualquer casal. Mas a celebração também pode acabar ficando cara. São tantas as pessoas que não dá para deixar de convidar, tantos os detalhes para deixar tudo perfeito que os custos podem acabar excedendo o orçamento.

Mas calma, que é possível viabilizar a realização da festa, gastando menos e sem perder o encanto. Afinal, ninguém quer começar a vida de casado tendo um relacionamento sérios com as dívidas, não é?! Então, veja só:

1 - Antecedência é tudo

Começar a pesquisar e a decidir com antecedência é a principal dica para quem quer economizar na festa de casamento. Há fornecedores de todos os tipos e preços. E é preciso tempo para decidir cada detalhe. Com antecedência, também é possível se planejar para ir pagando aos poucos as coisas, comprometendo menos o orçamento mensal do casal.

2 - Definindo a data

Maio é o mês mais concorrido para esse tipo de cerimônia. E também o mais caro. Já o inverno é a estação com menos casórios. Dias da semana também são menos competitivos do que os finais de semana. Se for pela manhã ou a tarde, então, melhor ainda. É importante pensar bem, pois, alguns preços (de aluguéis, decorações e espaços, por exemplo) podem ser barateados com a escolha de datas menos concorridas.

3 - Definindo o(s) local(is)

Se puder fazer a cerimônia e a recepção no mesmo local, é possível economizar com decoração, deslocamento de fornecedores e convidados, entre outros. Para isso, pense em um local neutro, como uma praia, um jardim, um hotel, um restaurante, uma fazenda ou sítio. Pesquise bem antes e tente imaginar todo o projeto de decoração no local.

Se fizer questão de realizar a cerimônia em uma igreja, para economizar, fuja das mais famosas. Procure opções mais simples e menos conhecidas.

4 - Definindo os convidados

Convide apenas as pessoas mais importantes para o casal. Se possível, após fazer a primeira lista, corte alguns nomes. Para reduzir os gastos, não convide ninguém por obrigação, mas apenas aqueles cuja presença realmente faz diferença para os noivos. Reduzindo o número de convidados, é possível economizar desde convites até centros de mesa e lembrancinhas.

5 - Aprenda a pechinchar

Se quer economizar no casamento, é bom ir aprendendo a negociar e pedir descontos. Esse tipo de atitude deve ser encarada com toda naturalidade, afinal, só demonstra que você dá valor ao seu dinheiro.

E nessa ocasião, há muitos fornecedores com quem será necessário lidar para realizar a cerimônia e a festa. Então, não tenha vergonha. O máximo que você pode ouvir é um não. Mas não custa tentar, não é?!

6 - A escolha do vestido

Comprar um vestido para usa-lo uma só vez pode ser uma grande despesa. Uma boa forma de economizar pode ser alugar o vestido. E quem não quer uma peça já usada pode optar por uma peça de primeira locação. Mas pesquise bem os preços antes.

Outra ideia que tem se tornado tendência é comprar um vestido simples e customizá-lo, ou seja, torná-lo uma peça exclusiva, com cara de vestido de noiva, mas com a sua personalidade.

Pesquise bem antes todas as opções e faças as contas para encontrar a alternativa com melhor custo-benefício.

7 - Os convites

Muita gente já tem feito o convite online, criando blogs da cerimônia, onde aproveitam para armazenar fotos do casamento, histórias do casal, listas de presentes, entre outros.

Dessa forma, além de não haver custos com papéis, impressões ou envios, ainda conta a consciência ambiental do casal.

Se você ainda prefere o convite impresso, pode optar por um papel mais simples e pedir ao fornecedor que entregue desmontados para customizá-los como achar melhor. Lembre que um modelo menor e mais leve pode baratear também o envio pelo correio.

8 - Save the date, R.S.V.P., agradecimentos e lista de presentes online

Mesmo que opte pelo convite impresso, considere fazer as demais comunicações com os convidados online.

Você pode criar um blog para reunir todas as publicações, usar seu próprio e-mail para enviar as mensagens ou aproveitar serviços da web, como o querodecasamento.com.br.

9 - Decoração

Para economizar, comece pensando em utilizar mais verde que flores. Além de ficar igual ou mais bonito, as flores são sempre mais caras.

Reduza também o número de flores complementando a decoração com velas, vasinhos, frutas, objetos retrô, ou outros, de acordo com o tema do casamento.

Aliás, o local de cerimônia e de recepção, mesmo que sejam diferentes, devem ter o mesmo tema para que você gaste menos.

10 - Flores da época

Para economizar, escolha apenas um ou dois tipos de flores, de preferência, flores da época do casamento. Evite flores da moda e grandes arranjos, que podem encarecer o orçamento final.

11 - Aproveite as promoções

Para economizar com a decoração, compre-a em grandes liquidacões. Geralmente, após o Natal e após o Dia dos Namorados, há promoções dos mais diversos gêneros.

12 - Reaproveite a decoração

Se possível, leve as flores e outras decorações leves da cerimônia para o local da recepção. Pode ser para decorar a mesa de doces ou para outro cantinho da festa. O importante é reaproveitar para economizar.

13 - Bebidas em consignação

Defina uma quantidade pequena de tipos de bebida. Geralmente, um vinho, uma cerveja, um coquetel da preferência do casal, além de água e refrigerante são suficientes.

O ideal é comprar metade das bebidas e pedir a outra metade em consignação, pois caso sobrem garrafas fechadas (o que é muito comum) você pode devolve-las, pagando só pelo que usou.

14 - Buffet simples e elegante

Escolher um menu simples pode acabar agradando a todos os convidados e saindo bem mais barato. Pode ser um churrasco, uma massa, um estrognoff, uma feijoada, etc.

Para economizar, dá para escolher apenas uma entrada e um prato principal ou eliminar as entradas e servir apenas os pratos principais e a sobremesa. Atente bem ao número de convidados para evitar o desperdício.

15 - Mesas

Se possível, escolha mesas maiores, que caibam muitos convidados. Assim, é possível economizar com centros de mesa e outras decorações.

16 - O bolo

Uma opção mais barata é o bolo fake, que fica na mesa, todo estruturado e decorado a gosto dos noivos; enquanto o bolo servido aos convidados pode ser simples (feito sem decoração).

Quem prefere ter na mesa o bolo de verdade e quer economizar deve optar por um bolo simples e elegante, sem muita decoração, que não seja de um sabor exótico.

17 - Música

Optar por um DJ para animar a festa pode ser bem mais barato que uma banda, que pode acabar exigindo aparelhos de som e luz para tocar. Peça ao DJ para incluir na playlist músicas que façam parte da história dos noivos e aproveite.

18 - Fotografia e filmagem

A primeira dica é pesquisar bem, pois há inúmeros fornecedores desse tipo de serviço. A segunda, é saber negociar e pedir descontos. Contar com indicações também pode ser uma boa ideia. Tenha paciência e procure bastante. A variedade de preços e de qualidade do serviço pode ser gritante.

19 - Lembrancinhas

Para economizar, uma opção pode ser colocar a mão na massa, olhar tutoriais na internet, usar a criatividade e fazer a lembrancinha vocês mesmos. Se a ideia forem os bem-casados, por exemplo, é possível encomenda-los a uma boa doceira (que cobre menos que uma doceria) e fazer os embrulhos em casa com saquinhos artesanais.

Outra sugestão para economizar é entregar apenas uma lembrancinha por casal, em vez de uma por pessoa.

20 - Foto, vídeo ou álbum

Se for para economizar eliminando um dos itens, prefira ficar com as fotos e o vídeo, já que o álbum sempre pode ser encomendado mais para frente, sem precisar acumular mais essa despesa.

Comece a administrar melhor seu dinheiro. Conheça o maior sistema cooperativo de crédito do país, o Sicoob.

Gostou dessa dica? Cooperação começa por aqui, compartilhe esse conhecimento.


Assine nossa newsletter!


    Matérias que você também pode gostar