As cooperativas e o desenvolvimento sustentável

ONU reafirma que modelo cooperativo ajuda a vencer desigualdades

Vantagens da Cooperação | 07 de outubro de 2015
As cooperativas e o desenvolvimento sustentável
contribuição do cooperativismocontribuição do cooperativismo
cooperativas ajudam a diminuir as diferenças salariais
economia
economia brasileira
Escolha Cooperativas
Escolha Igualdade
modelo cooperativo
Nações Unidas
ONU
potencial de contribuição das cooperativas
ONU reafirma que modelo cooperativo ajuda a vencer desigualdades.
ONU reafirma que modelo cooperativo ajuda a vencer desigualdades.

No Brasil e no mundo, a desigualdade é um fato, que se apresenta em diversos tons: há a desigualdade econômica, de gênero, étnica, regional, etc. O hiato na renda mundial, por exemplo, é maior a cada ano. E as consequências dessas disparidades são inúmeras, como nos mostram a recente crise migratória na Europa ou a própria retração da economia brasileira.

Prejuízos causados pela desigualdade

A desigualdade retarda o crescimento do PIB e faz decrescer vários outros índices, refreando as perspectivas e, consequentemente, o dinamismo econômico.

A desigualdade gera desemprego, degradação do capital humano, exclusão social, violência, crime e humilhação. E ainda impacta a participação democrática, causando conflito civil e fomentando a corrupção.

Influi negativamente sobre a educação, nivelando-a por baixo; criando, assim, um círculo vicioso de desigualdades, com disparidades de formação e empregatícias.

Desestimula a vida cívica e social e os processos de tomada de decisão coletiva. Dessa forma, agrava o problema da responsabilização de governos e fomenta os conflitos civis. Além de incentivar a corrupção.

Em comunicado feito no último dia 4 de julho, o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon ressaltou:

“Desigualdade é um obstáculo para o desenvolvimento, privando as pessoas dos serviços básicos e oportunidades para construir uma melhor vida para eles e seus filhos”.

Existe solução para a desigualdade?

De acordo com a ONU, ainda há esperanças. Em seu comunicado, o chefe das Nações Unidas aponta o modelo cooperativo como uma forma para vencermos a desigualdade, já que se trata de um tipo de negócio pautado pela inclusão e pela sustentabilidade. Ban acredita que o potencial de contribuição das cooperativas para o desenvolvimento sustentável é enorme.

Desigualdade x Desenvolvimento Sustentável

O desenvolvimento sustentável pressupõe o desenvolvimento capaz de suprir as necessidades da geração atual, sem comprometer a capacidade de atender as necessidades das gerações futuras.

Para alcança-lo, é preciso ter planejamento, reconhecer que os recursos naturais são finitos e repensar nosso atual modelo de produção, consumo, reutilização, reciclagem e descarte de produtos. É aí que entra o modelo cooperativista, incentivando novas práticas, mais colaborativas e sustentáveis.

A contribuição do cooperativismo

O secretário-geral da ONU acredita que o modelo de cooperativa ajuda a ultrapassar o desafio da desigualdade, porque o sistema tenta manter os princípios da igualdade e da democracia participativa. E de fato, os princípios cooperativistas têm muito a ensinar:

Em uma cooperativa, não há clientes, mas associados. Todos participam da gestão e das decisões. É um modelo de inclusão econômica e social que expande o conceito de propriedade.

Independente de capital (cotas ou ações), o poder de voto, em uma cooperativa, é igual entre todos os associados. A gestão é democrática.

A adesão livre e voluntária é um dos princípios das cooperativas, abertas a pessoas de qualquer sexo, credo ou partido.

Cooperativas promovem a educação e formação de seus associados, representantes e trabalhadores. E informam a todo o público sobre as vantagens da cooperação.

As cooperativas retêm os recursos financeiros na sua área de atuação (cidade, comunidade). Assim, favorecem a democratização do crédito e a desconcentração de renda, promovendo uma verdadeira irrigação da economia local e beneficiando a comunidade.

Ban Ki-moon explicou ainda que muitas pesquisas mostram como as cooperativas ajudam a diminuir as diferenças salariais entre homens e mulheres e a promover a igualdade de gênero no ambiente de trabalho.

Dia Internacional das Cooperativas

Todas essas declarações foram dadas pelo secretário geral no último dia 4 de julho, quando a ONU comemora o Dia Internacional das Cooperativas. Neste ano, o tema foi "Escolha Cooperativas, Escolha Igualdade". O chefe das Nações Unidas ainda destacou que as cooperativas têm um ˜papel inestimável˜ para o alcance das metas do desenvolvimento sustentável.

Você já conhece o maior sistema cooperativo de crédito brasileiro, o Sicoob?

Descubra por que uma cooperativa financeira pode ser a melhor opção.

Gostou dessa dica? Cooperação começa por aqui, compartilhe esse conhecimento.


Assine nossa newsletter!


    Matérias que você também pode gostar