Atitudes cooperativas no dia a dia

Cooperar nas pequenas coisas pode fazer uma grande diferença

Vantagens da Cooperação | 06 de março de 2019
atitudes cooperativas
cooperativas
dia a dia
Atitudes cooperativas no dia a dia
Atitudes cooperativas no dia a dia

O cooperativismo é um modelo socioeconômico que teve origem em 1844 na Inglaterra e já se espalhou pelo mundo inteiro. Agora, é válido notar que o movimento cooperativista está baseado em uma prática muito mais antiga: a cooperação entre as pessoas.

Quando os operários de Rochdale decidiram montar a primeira cooperativa de que se tem notícia no mundo, eles pensaram exatamente nas vantagens de cooperar. Afinal, cooperando, somos mais fortes; cooperando, somamos esforços para atingir objetivos comuns a todo o grupo, e os resultados são de todos.

Da aplicação dessa ideia a um modelo socioeconômico, surgiram os 7 princípios do cooperativismo, que servem como diretrizes para a atuação de instituições cooperativas de todos os ramos.

Logo, uma das melhores formas de colocar a cooperação em prática é associando-se a uma cooperativa. Só que, além disso, você também pode ser cooperativo com atitudes simples do dia a dia. São pequenos gestos e escolhas que podem fazer toda a diferença. Veja a seguir.

 

1 - Deixar de lado os preconceitos

O primeiro princípio do cooperativismo trata da Adesão livre e voluntária, sem discriminação de sexo ou gênero, social, racial, política ou religiosa. Afinal, a cooperação está baseada em ideais de igualdade, justiça e democracia.

Colocar em prática no dia a dia essa ideia de que todos somos iguais nem sempre é tão fácil. Mas pode valer muito a pena esforçar-se para perceber que, apesar das nossas características pessoais, somos todos humanos, com sentimentos, desejos e sonhos que, no fundo, podem ser muito parecidos.

Deixar de lado os preconceitos e perceber que são as nossas diferenças que tornam o mundo mais rico é a chave para entender que a cooperação é como um jogo, com peças desiguais, mas de mesmo valor, que se completam para formar algo maior.

 

2 - Ser voluntário

Outro princípio que as instituições cooperativas seguem é a Intercooperação. A ideia é mesmo de integração e ajuda mútua, seja entre os cooperados, entre cooperativas de mesmo ramo ou até entre cooperativas de diferentes ramos. Assim, todo o movimento cooperativista se fortalece.

Mas como colocar essa ideia em prática no dia a dia, fora de uma cooperativa? Simples: cooperando com outras pessoas de forma voluntária. Você pode, por exemplo:

 

3 - Considerar a Economia Compartilhada

Você já deve ter ouvido falar de empresas que seguem o modelo da Economia Compartilhada, como o Uber ou o Airbnb, por exemplo. Essas novas empresas partem da ideia do compartilhamento de bens, seja um carro ou um imóvel, nesses casos.

E compartilhar recursos pode mesmo ser uma boa ideia. Não é à toa que o cooperativismo segue o princípio da Participação econômica, em que todos os cooperados contribuem para manter a cooperativa, sendo todos considerados donos do negócio.

Agora, perceba que isso também pode ser vantajoso no seu dia a dia. Quer dizer, quando você compartilha recursos, pode ter acesso a um bem ou serviço sem precisar necessariamente comprá-lo. Quando você opta, por exemplo, por usar carros compartilhados em vez de comprar um zero, você economiza, ajuda a poupar recursos naturais, evita a emissão de CO2 e ainda coopera economicamente com os motoristas. Considere opções assim.

 

4 - Ensinar o que você sabe

Outro princípio cooperativista em que podemos nos inspirar para o nosso dia a dia é o da Educação, formação e informação. Nas cooperativas, a ideia, é claro, é desenvolver a cultura cooperativista.

Mas também podemos aplicar isso em nossas vidas. Afinal, essa tríade é a chave para o desenvolvimento. E por que, então, não compartilhar nossos conhecimentos para nos desenvolvermos juntos?

Todos nós temos algum tipo de inteligência, alguma habilidade, alguma competência especial. E por isso, podemos ensinar uns aos outros e também aprender uns com os outros. Uma troca para lá de enriquecedora. Experimente!

 

5 - Consumir marcas e produtos locais

Quando se trata de agir cooperativamente, outro princípio cooperativista interessante de ressaltar é o Interesse pela comunidade colocado em prática pelas instituições cooperativas na forma de ações em prol do desenvolvimento das comunidades onde estão instaladas.

E você também só tem a ganhar seguindo essa ideia. Afinal, quando você dá preferência a marcas e produtos locais, por exemplo, você ajuda a dinamizar a economia da sua comunidade, favorecendo uma melhor distribuição de renda, e ainda colabora para diminuir a demanda com transporte e logística de produtos vindos de longe.

E ainda tem outras formas de cooperar para o desenvolvimento da sua comunidade; veja só:

 

6 - Doar, emprestar e reciclar

Praticar o Consumo Consciente é uma das formas de ser mais cooperativo no seu dia a dia e de colaborar para o desenvolvimento sustentável da sua comunidade e de todo o mundo. E isso inclui a ideia de aproveitar melhor os recursos e de dar a melhor destinação para cada produto consumido.

Quer dizer, consumir de forma mais consciente engloba uma série de atitudes cooperativas, por exemplo, considerar a compra de usados ou os empréstimos, assim como emprestar, doar e revender o que você não usa mais (ou não usa tanto).

Adotar animais em vez de comprar faz parte do mesmo princípio, assim como a ideia de cuidar bem do seu lixo, separando tudo que for possível reciclar.

Com atitudes assim, você coopera com o meio ambiente, com a sua comunidade, com o mundo e até com o seu bolso.

 

Descubra um mundo mais colaborativo e cooperativo. Faça parte do maior Sistema Cooperativo Financeiro do Brasil, o Sicoob.

 

 

Foto: GettyImages

Gostou dessa dica? Cooperação começa por aqui, compartilhe esse conhecimento.


Assine nossa newsletter!


    Matérias que você também pode gostar