Como conquistar a independência financeira?

O caminho para chegar lá pode ser mais simples do que se imagina.

Guia de Bolso | 16 de janeiro de 2017
app de controle financeiro
crédito
dinheiro
dívidas
economizar
finanças
independência financeira
Minhas Finanças:
salário mensal
Sicoob Minhas Finanças
sustentar
independência financeira
independência financeira

O que é independência financeira para você?

- É não depender dos pais para se sustentar?

- É ficar livre das dívidas e apertos financeiros?

- É se ver independente do recebimento de um salário mensal?

- É ter liberdade para escolher o emprego que quer e não o que precisa?

- Ou é ter dinheiro pra não precisar trabalhar?

Na verdade, todas essas alternativas são formas de ser independente financeiramente. Afinal, a independência financeira, como toda conquista, passa por várias etapas. E a cada etapa vencida, a sensação de vitória e de independência financeira se confirma.

Vamos entender melhor cada uma dessas etapas da independência financeira e como conquistá-las? Acompanhe:

– Livre da ajuda dos pais

Independência financeira:

independência financeira

Conseguir um emprego e poder pagar todas as próprias contas sem a ajuda de pais ou responsáveis é uma conquista e tanto.

Certamente, a independência financeira começa quando a pessoa passa a não depender mais da ajuda de pais, responsáveis e outros possíveis fiadores para quitar suas despesas mensais.

Nessa etapa, é importante conscientizar-se de que, para dar os próximos passos em sua independência financeira, você deverá começar a economizar, poupar e investir seu dinheiro.

Você pode iniciar descobrindo à qual forma de controle financeiro você mais se adapta: app no celular; planilha financeira; acompanhamento de extratos, faturas e recibos, etc. Afinal, organizar seu orçamento é o primeiro passo pra ter mais controle das contas e conseguir planejar melhor a conquista de sua independência financeira plena.

Teste um app de controle financeiro no seu smartphone ou tablet. Baixe grátis o Sicoob Minhas Finanças na Google Play ou na App Store.

– Livre das dívidas

Independência financeira:

independência financeira

Ser independente financeiramente também significa não ter que depender de crédito, empréstimo ou financiamento, em outra palavras, livrar-se das dívidas.

Fazer dívidas (mesmo que você seja fiel ao pagamento das parcelas) limita sua independência financeira. Quando se tem dívidas, não há ainda completa liberdade para fazer o que quiser com o dinheiro, pois você é obrigado a cumprir com as prestações.

Então, se você tem dívidas, comece a esforçar-se para mudar essa situação:

- defina o tamanho do problema, listando suas dívidas e detalhando parcelas, juros, prazos, etc.;

- tente negociar as dívidas que forem possíveis, reduzindo a taxa de juros ou aumentando o prazo de pagamento (para caber melhor no seu orçamento mensal);

- considere trocar várias dívidas (ou uma dívida de altos juros) por outra de valor menor, como no caso do crédito consignado ou empréstimo pessoal (confira as taxas pra saber se vale a pena e planeje-se para pagar e não criar outro problema);

- reveja seu orçamento (se você ainda não tem um bom controle financeiro, comece já) e descubra em que pontos pode economizar para honrar com seus compromissos.

– Livre do ciclo salarial

Independência financeira:

independência financeira

Estando livre das dívidas, a próxima etapa em sua independência financeira é ser capaz de manter-se, independente do recebimento obrigatório de um salário mensal.

Quer dizer, aquele momento em que você consegue ter uma reserva financeira que lhe traga alguma independência do salário.

Claro que não precisa pedir demissão do emprego só pra testar a sua independência financeira. A ideia é, na verdade, continuar tendo uma fonte de renda (para galgar mais passos em sua independência financeira) e aproveitar para poupar parte dos ganhos mensalmente, de forma a criar uma reserva que lhe permita, se for necessário, sobreviver sem o ganho do salário por algum tempo.

E é claro que essa reserva não é infinita. Ela talvez possa lhe manter independente do salário por um mês, seis meses, um ano quem sabe, sem ter problemas financeiros ou dívidas advindos da falta de renda. Mas é importante continuar economizando, poupando e investindo para seguir na conquista de sua plena independência financeira.

– Livre do vínculo empregatício

Independência financeira:

independência financeira

Ser capaz de manter-se (pagando suas contas e sem endividar-se), sem precisar contar com um emprego fixo como fonte de renda, demonstra um estado já avançado de independência financeira.

É importante ressaltar que, para atingir esse grau de independência, como mencionamos, é necessário habituar-se a um bom controle orçamentário, aprimorando seu planejamento financeiro e comprometendo-se com a economia, poupança e investimento de suas rendas ao longo do tempo.

Serão os resultados de tais investimentos que lhe darão segurança para ver-se independente financeiramente até dos vínculos empregatícios (seja por necessidade ou por opção).

Quer um guia completo para começar a investir seu dinheiro? Baixe grátis o e-book Investimentos.

– Livre do trabalho

Independência financeira:

independência financeira

O mais alto estágio da independência financeira é aquele em que seus investimentos chegam a um grau de rendimento que lhe permita viver sem ter necessidade de trabalhar, dedicando-se ao que gosta e quer fazer.

Note que não se trata necessariamente de “ser rico”, mas de ter um patrimônio investido com rendimentos que sustentem seu padrão de vida, sem a incorrência de dívidas.

A independência financeira não tem a ver obrigatoriamente com riqueza. Ser independente financeiramente está bem mais relacionado a um amplo controle financeiro, um bom planejamento de gastos e um alto comprometimento com o reinvestimento das economias.

Quer economizar com produtos e serviços financeiros? Conheça o maior sistema cooperativo de crédito do país, o Sicoob.

Gostou dessa dica? Cooperação começa por aqui, compartilhe esse conhecimento.


Assine nossa newsletter!


    Matérias que você também pode gostar