Como economizar com os eletrodomésticos?

9 dicas para gastar menos na compra e no uso de eletrodomésticos

Guia de Bolso | 28 de junho de 2018
economizar
eletrodomésticos
Como economizar com os eletrodomésticos?
Como economizar com os eletrodomésticos?

Geladeira, micro-ondas, forninho, lava-louças, lava-roupas, secadora, chuveiro, ar-condicionado, secador de cabelo, liquidificador, batedeira, aspirador de pó… A lista de eletrodomésticos que podemos ter em nossas casas é extensa. E os gastos com eles também podem ser grandes.

Quer saber como economizar?

O primeiro passo é repensar: você precisa mesmo de tudo isto? Daquela panela elétrica, da fritadeira sem gordura, da luminária decorativa, do aparelho de som, etc.? O consumo consciente favorece o seu bolso e a natureza.

Além disso, dá para economizar na compra e no uso dos eletrodomésticos, seguindo algumas dicas básicas. Veja só:

 

ECONOMIZE NA COMPRA DE ELETRODOMÉSTICOS

 

1 - Pesquise

Antes de qualquer compra, a pesquisa de preços e condições de pagamento é um passo fundamental para planejar-se melhor financeiramente e economizar.

Pesquise na internet e, se tiver disponibilidade, bata perna em centros comerciais que reúnam várias lojas do setor, pois, nem sempre os preços são divulgados na web.

 

2 - Considere o custo-benefício

Não adianta comprar o eletrodoméstico ou o eletroeletrônico mais barato do mercado se o produto não tiver qualidade ou se ele gastar o dobro de energia depois. Portanto, pesquise também sobre o produto que deseja adquirir.

No caso dos eletrodomésticos, é recomendável conferir o consumo de energia dos equipamentos. Para isso, basta olhar a etiqueta da PROCEL anexada ao produto, que indica o nível de eficiência energética, classificado de A a E.

Os produtos mais eficientes energeticamente (A) recebem o Selo PROCEL e, assim, podem ser identificados ainda mais facilmente.

 

3 - Novo, usado ou emprestado?

Antes de comprar um novo aparelho, considere também outras alternativas. Se você já tem um aparelho usado, por exemplo, talvez compense fazer a manutenção do eletrodoméstico.

Se está pensando em adquirir um equipamento para um uso pontual – comprar uma furadeira para uma reforma, por exemplo – talvez compense pedir emprestado o produto.

Outra opção é pesquisar também eletrodomésticos seminovos, seja em classificados de jornais ou em sites específicos para isso. Considere essa opção, mas não deixe de checar as condições do produto e da venda, sem esquecer da nota fiscal.

 

4 - Planeje o pagamento antes da compra

Para garantir que suas economias vão fazer efeito, planeje-se antes de comprar. Compare os valores pesquisados com o que tem disponível para a compra em seu orçamento. Cheque as melhores condições para o seu bolso.

Para não criar dívidas, o ideal é pagar à vista. Se for o caso de parcelar, prefira pagar em poucas prestações para não se comprometer por muito tempo.

Considere a urgência da compra e, se precisar, poupe por algum tempo antes de adquirir o eletrodoméstico que deseja com as melhores condições para o seu orçamento.

Leia também:

 

ECONOMIZE NO USO DE ELETRODOMÉSTICOS

 

5 - Desligue o que não estiver usando

Conectados à tomada, os eletrodomésticos continuam consumindo energia, mesmo que estejam no modo desligado. É claro que, alguns produtos, como geladeiras e sistemas de segurança, não precisam ser desplugados. Mas fique atento aos demais eletrodomésticos. E desligue também as lâmpadas em ambientes vazios.

 

6 - Tome banhos mais curtos

O chuveiro é um dos maiores consumidores de energia em uma residência. E os banhos longos ainda consomem uma grande quantidade de água. Portanto, tente tomar banhos mais rápidos.

 

7 - Junte a roupa para lavar e passar de uma só vez

Máquina de lavar roupas e ferro de passar também são responsáveis por grandes consumos de energia. Então, faça um melhor aproveitamento de cada processo juntando a roupa para lavar e passar toda de uma só vez.

 

8 - Faça o degelo periodicamente na geladeira

Se a sua geladeira não tem degelo automático, fique atento ao processo de degelo periódico. E cheque também as borrachas de vedação das portas, evitando perdas de temperatura e maior gasto de energia.

 

9 - Atenção ao ar-condicionado

No verão, o ar-condicionado costuma representar 1/3 do consumo de energia de uma casa. Então, use com consciência. Não deixe janelas abertas em ambientes com o ar ligado. Limpe periodicamente os filtros. E não esqueça de desligá-lo quando não estiver usando.

Leia também:

 

Gostou dessas dicas de economia? Tem algum comentário para compartilhar? Compartilhando e cooperando, a gente cresce. Conheça o maior sistema Cooperativo Financeiro do Brasil, o Sicoob.

 

 

Photo by rawpixel on Unsplash

Gostou dessa dica? Cooperação começa por aqui, compartilhe esse conhecimento.


Assine nossa newsletter!


    Matérias que você também pode gostar