Como ter ideias cooperativas e promissoras

O cooperativismo pode ser a chave para sua ideia de negócio prosperar

Vantagens da Cooperação | 24 de agosto de 2015
cooperativas
cooperativismo
cooperativismo
cooperativismo

Sabia que toda ideia começa a partir de um problema? Observar o mercado e pensar em como resolver determinados problemas é uma ótima maneira de ter uma ideia de negócio.

Mas é claro que não basta ter uma ideia. Ela precisa funcionar. Para aumentar as chances de isso acontecer, associar-se a outras pessoas com o mesmo objetivo que você pode ser uma ótima solução. Neste quesito, o cooperativismo ganha destaque. Especialistas afirmam que o cooperativismo aumenta as chances de pequenas empresas prosperarem. É uma forma de aumentar a produção, de agregar novas ideias, de ganhar poder de negociação e enfrentar a concorrência.

Mas como ter uma ideia?

1 – Descubram um problema.

Em que setor da economia a cooperativa atuaria? Em que área específica? Quais os problemas dessa área? Pesquisem, informem-se, conversem com outras pessoas e descubram outros pontos de vista, analisem exemplos de outros estados e países... enfim, encham suas cabeças de noções e informações sobre o assunto.

2 – Troquem o foco.

Toda ideia passa por um período de incubação. Portanto, após ler, ver, ouvir e pensar tudo que puderem sobre o problema escolhido deem uma pausa para os seus cérebros. Façam tarefas rotineiras ou saiam da rotina e deixem que seus inconscientes façam o trabalho de reunir novas informações, experiências externas e bagagens pessoais. É dessa soma que surgem as ideias.

3 – Reúnam-se, documentem e organizem tudo.

Após um período de preparação e de incubação, certamente, algumas ideias já devem ter surgido. Conversem, anotem tudo para não esquecer, alinhem as expectativas, organizem todas as ideias surgidas e filtrem as melhores.

Exemplos de problemas que podem gerar ideias:

- Trânsito e outras questões de mobilidade urbana;

- Demanda por energia limpa e sustentável;

- Inadimplência e devolução de imóveis no mercado imobiliário;

- Baixo orçamento de pequenas empresas.

- Demandas educativas, como aliar a educação à distância à gamificação;

- Nichos pouco explorados no e-commerce, como produtos para pets, moda e artigos de luxo;

- Carência de acesso digital a prontuários e exames e de serviços online de marcação de consultas médicas.

Fonte: Revista Exame, nov./14 – 8 ideias de negócios promissores para 2015.

Algumas perguntas que precisam ser respondidas:

- Quais são as atividades que a cooperativa vai desenvolver?

- A quem se destinam essas atividades?

- O volume de negócios é suficiente para que os cooperados tenham benefícios?

- Como garantir a sustentabilidade financeira da cooperativa?

- Os cooperados estão preparados para gerir e administrar a cooperativa?

- Já existe alguma cooperativa nas redondezas que poderia satisfazer ao grupo? 

Associar-se a uma cooperativa já existente também pode ser uma boa solução.

Independente do seu grau de empreendedorismo, associar-se a uma cooperativa é uma atitude superpositiva e cheia de vantagens. Você apoia um modelo socioeconômico mais humano e colaborativo e ainda se beneficia com isso.

Associando-se a uma cooperativa financeira, por exemplo, você tem todos os serviços e produtos de um banco comum, mas também tem poder de voto, participação nos resultados, taxas de juros menores, etc.

Conheça o Sicoob – o maior sistema financeiro cooperativo do Brasil: http://www.sicoobsc.com.br

Confira as vantagens de se associar aqui.

 

 

 

Gostou dessa dica? Cooperação começa por aqui, compartilhe esse conhecimento.


Assine nossa newsletter!


    Matérias que você também pode gostar