Cotas-parte de cooperativa: uma opção de investimento

O que são cotas-parte, como funcionam e quais as vantagens?

Vantagens da Cooperação | 10 de fevereiro de 2017
associação de pessoas
Associar-se
Cooperando
cooperativa
cota cooperativa
cota-parte
investimento
opção de investimento
Sistema Cooperativo Financeiro
sistema cooperativo financeiro do Brasil

Uma cota-parte é um valor financeiro que deve ser integralizado para associar-se a uma cooperativa. Afinal, uma cooperativa é, antes de tudo, uma associação de pessoas com interesses comuns (todos são sócios do negócio). E essa associação pressupõe a participação econômica, iniciada pela integralização de uma ou mais cotas-partes da cooperativa.

Ou seja, adquirir cotas-parte poderia ser comparado à aquisição de ações em uma empresa comum, só que, em uma cooperativa, o objetivo não é o lucro de alguns acionistas (já que todos são sócios) e além disso, todos os associados continuam a ter os mesmos direitos e deveres (independente do seu capital).

Entenda melhor o assunto e as vantagens das cotas-parte:

– Como funcionam as cotas-parte em uma cooperativa?

Para ter acesso aos produtos e serviços de uma cooperativa, é preciso associar-se, adquirindo uma ou mais cotas-parte. E isso pode representar muitos benefícios.

Em uma cooperativa financeira, por exemplo, para ter acesso a linhas de crédito, financiamentos, aplicações e outros, é preciso, antes, associar-se e integralizar suas cotas-parte. Mas depois disso feito – além de ter acesso a taxas bem menores do que as cobradas por um banco comum –, quanto mais você operar com a cooperativa, mais pode ganhar.

Afinal, como as cooperativas são instituições sem fins lucrativos, quando há sobras nos resultados, elas retornam para os associados, conforme suas participações. Aí está uma das vantagens de adquirir cotas-parte.

– Quais as vantagens de adquirir cotas-parte em uma cooperativa?

. Associar-se e ter acesso a produtos e serviços.

Adquirindo cotas-parte, é possível associar-se e ter acesso aos produtos e serviços da cooperativa, os quais costumam apresentar boas vantagens se comparados aos similares do mercado.

. Investir no que é seu.

Sendo um dos associados da cooperativa, adquirir cotas-parte significa investir em um negócio que também é seu. Afinal, se com a cooperativa você tem acesso a bens e serviços com mais vantagens, investir nisso pode ajudar a garantir a continuidade da instituição e de seus benefícios.

Quanto mais os cooperados investem na cooperativa, mais forte fica a instituição, podendo oferecer produtos e serviços cada vez mais competitivos.

– Uma linha de crédito exclusiva para investir em cotas-parte

Adquirir cotas-parte em sua cooperativa pode ser considerada uma estratégia de investimento de longo prazo. Isso porque o dinheiro investido nas cotas-parte, assim como seu retorno, só pode ser retirado após um prazo estipulado pela instituição (em geral, se o cooperado tiver mais de 65 anos ou a cota-parte estiver investida há mais de 20 ou 30 anos). Afinal, as cotas-parte integram o Capital Social do negócio cooperativo.

Para quem deseja investir na aquisição de mais cotas-parte, existe até um Programa de Capitalização, com recursos do BNDES. É o Procapcred (Programa de Capitalização de Cooperativas de Crédito), uma linha de crédito para quem quer financiar a integralização de mais cotas-parte em sua cooperativa, aumentando seu capital e fortalecendo sua cooperativa.

Criado em 2006, o Procapcred foi revogado pelo Conselho Monetário Internacional em abril de 2015. Mas o Sistema OCB (Organização das Cooperativas Brasileiras) procurou, junto ao BNDES, garantir a reativação do programa e conseguiu, ainda no mesmo ano, que o Banco instituísse a renovação do Procapcred (com algumas alterações, como o aumento da remuneração básica do BNDES e a redução do limite financiável de cotas-partes). Uma conquista do cooperativismo.

Para conhecer melhor o Procapcred, clique aqui.

– Concluindo

Juntas, as cotas-parte de todos os associados compõem o Capital Social da cooperativa. Ou seja, são as cotas-parte que permitem à cooperativa continuar operando e oferecendo produtos e serviços com melhores condições aos seus associados.

Assim, investir na aquisição de cotas-parte é investir no futuro da cooperativa e na continuidade de seus benefícios. E cooperando, a gente sempre vai mais longe.

Não deixe de conhecer o maior Sistema Cooperativo Financeiro do Brasil, o Sicoob.

Gostou dessa dica? Cooperação começa por aqui, compartilhe esse conhecimento.


Assine nossa newsletter!


    Matérias que você também pode gostar