Esporte e cooperação além dos campos e quadras

Cooperar faz parte do mundo esportivo. E o mundo esportivo faz parte do cooperativismo

Vantagens da Cooperação | 23 de agosto de 2019
cooperação
esporte
Esporte e cooperação além dos campos e quadras
Esporte e cooperação além dos campos e quadras

Nos esportes, é comum que haja competição. Por outro lado, a cooperação nunca pode ficar de fora. É cooperando que um time ganha. É cooperando que a torcida impulsiona os jogadores. É cooperando que a equipe técnica tem melhores resultados.

Só que a relação entre esporte e cooperação não está restrita aos campos e às quadras. Aliás, o esporte tem vínculos com o próprio movimento cooperativista. Sabia que existem, por exemplo, cooperativas de esportistas e de professores de educação física? O incentivo ao esporte pode estar associado, inclusive, a princípios do cooperativismo. Veja só:

 

Cooperativas incentivam os esportes

Ao estimular a prática esportiva, as cooperativas (independentemente do ramo de atuação) contribuem para o aumento da qualidade de vida de seus cooperados, impactam a comunidade e fortalecem a cultura da cooperação. Ou seja, o incentivo ao esporte dentro do âmbito cooperativista está ligado aos princípios de Educação, formação e informação e de Interesse pela comunidade.

E são muitas as cooperativas que já aderiram a essa ideia, com iniciativas independentes ou conjuntas. No Distrito Federal, por exemplo, o Sistema OCDF-Sescoop/DF organiza os Cooperjogos, reunindo cooperados, sócios e dirigentes de diversas cooperativas para práticas de várias modalidades, como natação, atletismo, futsal, etc.

Em São Paulo, o Sescoop/SP em parceria com várias cooperativas promove o programa Cooperatividade, que leva ações esportivas a diversos municípios do interior paulista, contando com a participação de cooperados, familiares e comunidade em caminhadas, corridas, aulas de ginástica e de dança.

Já em Minas Gerais, ocorre a Corrida da Cooperação. Articulada pelo Sistema Ocemg, essa maratona está entre as cinco maiores do estado e chega agora a sua oitava edição. A cada evento, os milhares de inscritos contribuem com a doação de toneladas de alimentos a instituições beneficentes mineiras.

 

Cooperativas de esportistas

É verdade que todas as cooperativas têm motivos para incentivar o esporte. Mas algumas se dedicam especificamente a isso. É o caso da Esportecoop, uma cooperativa de trabalho portoalegrense formada por treinadores físicos e ex-atletas.

O objetivo? Desenvolver projetos através do esporte. Podem ser palestras, cursos, projetos sociais, projetos em parceria com escolas, etc. Inclusive, a cooperativa colabora com um projeto da Secretaria Municipal de Esportes, o Social Futebol Clube, que visa à inclusão social através do esporte e tem a participação de mais de 1.200 crianças e jovens da comunidade.

 

Jogos cooperativos

Outro caso de conexão entre o esporte e a cooperação são os jogos cooperativos: exercícios ou brincadeiras em que o importante não é ganhar, é colaborar.

Usando jogos cooperativos, mesmo quem não participa de uma cooperativa pode vivenciar a cooperação, incentivar a convivência em grupo e praticar a ideia de que juntos alcançamos resultados melhores.

Alguns exemplos são os jogos cooperativos sem perdedores, como o jogo da bola no lençol em que todos devem coordenar seus movimentos para não deixar a bola cair no chão.

Há também os jogos cooperativos de inversão ou de resultado coletivo, que começam como um jogo normal (de futebol, vôlei, etc.). Só que quando um jogador marca um ponto, ele muda para o time oposto. Assim, as equipes se misturam ao longo da partida, esclarecendo a ideia de que o resultado é de todos.

Uma ótima dica para professores de educação física aplicarem com seus alunos. Já existem, inclusive, experiências de ginástica cooperativa com idosos. Afinal, para cooperar não tem idade, só precisa de boa vontade.

 

O maior sistema de cooperativas de crédito do Brasil, o Sicoob acredita no seu potencial. Faça parte!

 

Gostou dessa dica? Cooperação começa por aqui, compartilhe esse conhecimento.


Assine nossa newsletter!


    Matérias que você também pode gostar