Micro e pequenos negócios: como economizar?

5 dicas para controlar os gastos e economizar na sua empresa.

Guia de Bolso | 08 de julho de 2016
alternativa para economizar
aluguel de maquinetas
Como economizar
consumo consciente
economia
economia nos negócio
economizar na sua empresa
economizar nas contas da sua empresa
empresa ganhar dinheiro
SIPAG
sistema cooperativo de crédito
Micro e pequenos negócios: como economizar?
Micro e pequenos negócios: como economizar?

Para uma empresa ganhar dinheiro, certamente, são necessários alguns investimentos. Por outro lado, também é preciso saber economizar para não comprometer a saúde financeira do negócio, ainda mais no contexto econômico que o país se encontra atualmente. Veja, então, 5 dicas práticas para economizar dinheiro no seu negócio, garantindo maior segurança para seus investimentos:

1 - Considere novos parceiros e fornecedores

Muitas vezes, investir em parceiros e funcionários mais eficientes pode trazer maiores ganhos do que contratar novas pessoas, por exemplo. É preciso analisar bem não só o custo envolvido em suas parcerias, mas também o benefício que elas trazem ao seu negócio. O mercado está cheio de opções de fornecedores dos mais diversos tipos e a cada dia aparecem novas alternativas. Procure sempre o melhor custo-benefício para o seu negócio.

Um exemplo prático: até poucos anos atrás, quem quisesse oferecer aos seus clientes a possibilidade de pagamento com cartão de crédito/débito só tinha duas marcas com quem pudesse negociar o aluguel de maquinetas. Mas em 2010, o duopólio acabou e novas marcas entraram nesse mercado, criando uma maior competitividade e favorecendo o comércio.

Recentemente, o maior sistema cooperativo de crédito brasileiro, o Sicoob, anunciou o lançamento de uma maquininha com vantagens e benefícios exclusivos para associados a cooperativas financeiras. Apelidada de SIPAG - Soluções Integradas de Pagamento - a maquineta não tem taxa de adesão e seus custos de manutenção mensal são bem menores em relação às marcas líderes do mercado (como as cooperativas não visam lucro, podem oferecer preços bem mais competitivos). Para se ter uma ideia, o aluguel mensal de uma maquininha SIPAG chega a custar até 40% menos que as concorrentes. A taxa cobrada por transação realizada (MDR) fica até 15% mais baixa e ainda é possível fazer a antecipação de recebíveis (recebendo à vista as vendas realizadas à prazo).

Comerciantes que já aderiram à essa nova alternativa, como Léo Júnior Sartor, das lojas Solimar e Planeta Criança, comentam os benefícios: “Já trabalhávamos com a maquininha de cartão de crédito, mas não víamos muitas vantagens até adquirimos a maquininha da Sipag, há três meses. Nesse período percebemos o quanto nossas vendas cresceram com o cartão, tanto de crédito quanto de débito, correspondendo cerca de 90%. Além disso, a Sipag nos trouxe outros benefícios, como os juros e taxas reduzidos, o que faz toda a diferença no balanço mensal do nosso caixa”.

O comerciante Felipe Boza Della Vechia, da TecnoEletro, ainda complementa: “Eu estava brigando com outra operadora de maquininhas de cartão de crédito por uma mensalidade menor, quando conheci a Sipag. Além de uma mensalidade consideravelmente mais baixa em relação as demais oferecidas pelo mercado, a porcentagem de desconto das operações também chamou a atenção, por serem mais atrativas. Nesses três meses com a Sipag, pude notar uma redução nos gastos com esse tipo de serviço. Cerca de 10% das minhas vendas são feitas pela maquininha, e nos dias atuais não dá para deixar de trabalhar com o cartão, e com a Sipag eu consigo aliar comodidade aos meus clientes com custos justos para a minha empresa”.

Considerar novas alternativas como essa pode lhe ajudar a economizar nas contas da sua empresa e ainda alavancar seus negócios.

2 - Tenha um bom controle financeiro

Pode parecer um pouco óbvio, mas um importante passo para economizar é ter um bom controle do orçamento da sua empresa. A questão é que, para isso, não basta apenas ficar de olho nas entradas e saídas. O ideal é ter tudo registrado detalhadamente, coletando e analisando dados com frequência (hoje, já existem diversos softwares e aplicativos com a funcionalidade de coleta e análise de dados empresariais). Além disso, é importante reservar algum tempo, de vez em quando, para repensar suas despesas, tomando as medidas preventivas ou corretivas necessárias para manter o negócio no rumo certo (a análise de novos parceiros e fornecedores, como mencionado, pode ser uma dessas medidas).

3 - Pesquise e compare

Antes de comprar qualquer produto ou contratar qualquer serviço, pesquise bem (considerando também a compra em atacados, se for o caso). Crie o hábito de comparar sempre que possível, pelo menos, três orçamentos, atento ao custo-benefício de cada item. Longe de ser uma perda de tempo, essa é uma atitude de consumo consciente que pode lhe ajudar a economizar algum dinheiro no seu negócio.

4 - Atenção ao telefone

Analise seus planos de telefonia fixa e móvel (também vale para o plano de dados de Internet) e confira se contemplam tudo que seu negócio precisa ou se incluem serviços que sua empresa não utiliza. Se julgar conveniente, verifique junto às operadoras outras opções que se encaixem melhor nas suas necessidades e no seu orçamento (pesquisando e comparando o custo-benefício de cada plano, como mencionado).

Outra boa alternativa para economizar com o telefone é separar a lista de contatos corporativos entre telefones fixos e celulares, fazendo apenas ligações de fixo para fixo e de celular para celular.

5 - Evite desperdícios

Pequenos desperdícios diários de água, de energia elétrica e de materias de uso comum podem acabar representando uma porcentagem significativa do orçamento da empresa. Portanto, procure conscientizar a todos os colaboradores sobre a responsabilidade de cada um em não desperdiçar recursos. Algumas atitudes que podem contribuir para isso: desligar as luzes de ambientes vazios, substituir o uso de copos descartáveis por canecas ou squeezes pessoais, considerar a troca de computadores de mesa por notebooks (que consomem até três vezes menos energia), economizar água, etc.

Gostou dessas dicas de economia nos negócios? Tem outras ideias para compartilhar? Compartilhando conhecimento e cooperando, a gente só tem a ganhar.

Gostou dessa dica? Cooperação começa por aqui, compartilhe esse conhecimento.


Assine nossa newsletter!


    Matérias que você também pode gostar