O guia definitivo do crédito empresarial

Como conseguir crédito para seu negócio e aplicá-lo bem.

Vantagens da Cooperação | 18 de janeiro de 2016
como fazer um empréstimo
crédito
crédito empresarial
crédito para ampliar
crédito para seu negócio
empréstimo
empréstimo empresarial
linhas de crédito
saldar dívidas
crédito empresarial.
crédito empresarial.

Quer saber como fazer um empréstimo para abrir uma empresa?

Precisa de crédito para ampliar sua loja?

Quer saber quais as melhores opções para investir em máquinas e equipamentos?

Não sabe como saldar uma dívida urgente da sua empresa?

O empréstimo empresarial pode ser a resposta para essas e muitas outras perguntas. Quando bem administrado, esse crédito pode servir para garantir vantagens competitivas e impulsionar os negócios para decolarem.

Então, descubra a seguir um passo a passo para conseguir crédito empresarial e tirar o melhor proveito possível dele.

1 - Identifique bem a necessidade do crédito.

Antes de qualquer coisa, é preciso avaliar a real necessidade de crédito e conhecer a fundo o problema que ele deverá solucionar.

Analise bem: você está sem capital de giro? Precisa saldar dívidas urgentes? Necessita investir em novos equipamentos ou na contratação de funcionários? Precisa construir, ampliar ou modernizar sua empresa? Ou precisa do crédito para abrir seu micro ou pequeno negócio?

Saber exatamente quanto você precisará de crédito e em que vai investi-lo é o primeiro passo para garantir que você conseguirá o dinheiro e fará bom uso dele.

2 - Tenha um bom plano de negócios.

Tendo em mente quanto você precisa e em que vai investir o crédito, elabore um plano específico de ação, detalhando cada passo a ser realizado quando tiver o dinheiro em mãos.

Aborde o objetivo da sua empresa com o empréstimo, pense se é mais viável fazê-lo de curto ou longo prazo, descreva de que forma os recursos serão usados, analise outros fatores peculiares ao ramo em que trabalha e planeje-se para que sua empresa tenha lucro suficiente para liquidar o empréstimo contratado, tendo em vista sempre a situação do mercado.

3 - Analise as vantagens do empréstimo empresarial.

Muitos empresários podem ficar em dúvida se é mais vantajoso usar o limite rotativo do seu cartão empresarial, por exemplo, ou pedir um empréstimo.

Então, para começar, vale a pena avaliar bem as taxas (que, no empréstimo empresarial, costumam ser menores que em outros tipos de crédito). Além disso, é bom saber que algumas modalidades de crédito empresarial oferecem maior prazo para começar a pagar.

Esse tipo de empréstimo específico para pessoas jurídicas pode ser uma boa alternativa, por exemplo, para quitar dívidas altas de curto prazo, podendo pagá-las em parcelas menores, que caibam no orçamento da empresa.

Busque negociar suas dívidas, analise sempre as melhores taxas e condições para sua empresa e, se for o caso, confirme sua decisão pelo empréstimo.

4 - Pesquise as instituições financeiras.

A maioria dos bancos e financeiras oferece variadas linhas de crédito para quem precisa de empréstimos empresariais, inclusive algumas modalidades quase sem burocracia e com aprovação rápida.

O próprio Governo Federal disponibiliza algumas linhas de crédito (para agricultores e empresários de micro e pequenos negócios, por exemplo), acessíveis por meio de bancos e cooperativas.

Esse último tipo de instituição, aliás, pode ser uma das opções mais baratas do mercado para quem quer conseguir empréstimos empresariais. Afinal, as cooperativas de crédito oferecem os mesmos produtos e serviços que um banco comum, mas não visam lucro. Seu objetivo é administrar melhor (e com mais vantagens) o dinheiro dos seus associados. Então, chegam a cobrar taxas até 20% menores que bancos comuns, inclusive para a concessão de crédito empresarial.

Vale a pena incluir as opções oferecidas por cooperativas de crédito na hora de comparar de taxas, prazos e carências dos empréstimos.

Descubra as opções oferecidas pelo maior sistema cooperativo de crédito do país, o Sicoob

5 - Conheça os possíveis empecilhos.

Antes de solicitar o empréstimo, é importante também ter conhecimento de todos os fatores que podem impedir a empresa de adquirir o crédito. Se a situação legal da empresa não está regular, por exemplo, ou se há outras dívidas vencidas, é possível que o pedido seja negado. Então, adiante-se e tome as medidas necessárias para corrigir a situação o mais rápido possível.

6 - Descubra qual linha de crédito é mais adequada ao seu caso.

Como mencionado, o mercado oferece diversas opções de empréstimos empresariais, variando conforme o tipo de negócio, o tamanho da empresa, entre outros fatores. A decisão deve variar de acordo com o seu objetivo de investimento.

Algumas das linhas de crédito empresarial mais comuns são:

- Antecipação de recebíveis: solicitando esse tipo de crédito, você recebe à vista o valor das vendas feitas à prazo. Utilizado normalmente para antecipar parcelas de cartões de crédito, descontar títulos e cheques pré-datados.

- Capital de giro: é um tipo de crédito usado para suprir necessidades urgentes e manter a continuidade do negócio, como, por exemplo, para pagamento de funcionários, compras de produtos para estoque, etc.

- Financiamentos: são de diversos tipos, para adquirir máquinas e equipamentos, para construção, para veículos, para móveis, etc. Costuma ser um crédito de longo prazo, utilizado para investimentos, compra de bens ou ativos para a empresa.

- Microcrédito: é uma linha destinada especificamente para empreendedores iniciantes, para que possam abrir e começar a movimentar seus negócios.

7 - Separe os documentos necessários.

Para garantir a aprovação da sua solicitação de crédito, antes de entrar em contato com a instituição financeira escolhida, tenha em mão os seguintes documentos (devidamente atualizados):

- Contrato Social da empresa;

- Quadro Societário;

- Cartão CNPJ;

- Ficha Cadastral;

- Faturamento mensal do último ano; e

- Plano de Negócios (elaborado no passo 2), incluindo os objetivos da empresa com o crédito, estratégia para atingi-los e análise de mercado que comprove a viabilidade da ideia ou do negócio.

8 - Saiba o que faz diferença na hora da aprovação do crédito.

Para correr menos risco de inadimplência, as instituições financeiras costumam avaliar alguns parâmetros antes de conceder empréstimos. Normalmente, são analisados cinco pontos principais, os Cinco C's:

- Caráter: avaliação da reputação do empresário, de seu histórico e relação com o banco.

- Crédito: avaliação de dívidas pré-existentes, histórico de inadimplência, em geral, verificando se o empresário é um bom pagador.

- Capacidade: avaliação da contabilidade e gestão financeira da empresa, de modo a verificar a capacidade de negócios.

- Caixa: avaliação do potencial da empresa de gerar lucro e da real possibilidade de pagamento do empréstimo.

- Colaterais: avaliação das garantias oferecidas em caso de não quitação das parcelas.

9 - Acompanhe seu plano de negócios.

Ao conseguir o crédito, para tirar melhor proveito, siga seu plano de ação (elaborado no ponto 2), atualizando-o sempre que necessário, conforme a situação do mercado.

Procure fazer verificações constantes para saber se os objetivos elaborados estão sendo atingidos, se o lucro esperado está sendo realmente recebido, se suas metas estão dentro dos prazos estabelecidos, se os resultados esperados estão sendo constatados e corrija o que for necessário.

10 - Evite ficar endividado.

Para que o empréstimo empresarial não tenha efeito contrário e acabe virando um problema maior, é preciso avaliar bem a real necessidade da solicitação de crédito, ter um bom plano de negócio para aplicação do dinheiro na empresa e acompanhá-lo com rigor, conforme já mencionado.

Além disso, é importante ter a maior atenção ao planejamento de pagamento das parcelas do empréstimo para não incorrer em atrasos que elevem a dívida.

11 - Mantenha suas finanças em dia.

Manter sempre uma gestão financeira rigorosa e responsável é a melhor forma de evitar transtornos e surpresas desagradáveis.

Então, planeje-se atentando ao seu fluxo de caixa, para saber que gastos terá e onde terá mais lucros. Se possível, identifique possíveis ações a serem tomadas com antecedência para atingir seus objetivos e faça bom uso do seu crédito empresarial.

Empréstimo mais barato? Procure as cooperativas financeiras.

Mara Luquet fala das vantagens de cooperativas financeiras.

Gostou dessa dica? Cooperação começa por aqui, compartilhe esse conhecimento.


Assine nossa newsletter!


    Matérias que você também pode gostar