Reforma na casa gastando pouco

10 ideias para economizar na reforma e decoração.

Guia de Bolso | 24 de fevereiro de 2017
custo-benefício
economizar
Economizar com a mão-de-obra
organizar seu orçamento
reforma
reforma ECONÔMICA
reforma em casa
reforma gastando pouco
Reforma na casa gastando pouco
Reforma na casa gastando pouco

Não pode ler agora? Ouça a matéria clicando no player:

Pode ser uma reforma estrutural no apartamento ou só uma repaginada no visual da casa, no final das contas, muitas vezes, a maioria das pessoas acaba gastando mais do que gostaria.

Como, então, reformar a casa gastando menos? Como dar aquele toque especial no seu lar sem se perder nas contas?

A primeira dica, com certeza, é organizar seu orçamento. Tanto para reformar quanto para decorar, é preciso, antes, ter noção de quanto você pode e quer investir nisso. Revise suas finanças e planeje-se para não criar dívidas que não poderá saldar.

E tem outras dicas essenciais pra quem quer reformar e decorar gastando menos. Olha só:

1 - Cautela na reforma 3

1 - Cautela na reforma

Reformas exigem planejamento. Não adianta pedir pra quebrar tudo de uma vez e só depois descobrir o que vai fazer e o que precisa comprar.

Em alguns casos, inclusive, decisões como mudar a disposição de ambientes, tirar paredes e outras reformas estruturais podem até trazer riscos à segurança. Em edifícios que não apresentam pilares, por exemplo, na hora de reformar um apartamento, pode ser preciso contratar um engenheiro para orientar sobre as possibilidades e limitações específicas da construção.

Ter cautela para planejar o que será reformado, pesquisar preços e pensar na logística de toda a obra pode tomar algum tempo, mas pode acabar representando uma boa economia com imprevistos e gastos não planejados.

2 - Procure bons profissionais 3

2 - Procure bons profissionais

Economizar com a mão-de-obra nem sempre é uma boa estratégia. É preciso contar com profissionais qualificados para garantir segurança e melhores resultados.

Mas lembre-se que nem todo profissional qualificado cobra preços exorbitantes. Há várias pessoas de talento oferecendo serviços de qualidade. Então, informe-se com amigos, procure por boas indicações, pesquise bem e contrate profissionais em que confia.

3 - Analise o custo-benefício

3 - Analise o custo-benefício

Economizar nos materiais também pode não ser uma boa ideia. Materiais de baixa qualidade podem acabar comprometendo toda a reforma e exigindo uma nova obra em breve, envolvendo novos gastos.

Mas também não precisa optar pelo material mais caro. O ideal é analisar o custo-benefício do que se precisa adquirir. E manter-se sempre fiel ao seu orçamento e ao seu planejamento de gastos. Portanto, pesquisa e negociação são estratégias essenciais para economizar. Pesquise bem os preços antes de sair às compras. E tente negociar descontos.

4 - Reforme um ambiente por vez 24 - Reforme um ambiente por vez 2

4 - Reforme um ambiente por vez

Já imaginou começar uma reforma e depois não ter dinheiro para terminar? O mais recomendável é planejar-se para reformar um ambiente por vez.

É claro que nem sempre a correria do dia a dia permite esse tipo de planejamento ideal. Mas considere bem suas finanças e tente fazer seu planejamento por etapas para organizar-se melhor.

5 - Faça você mesmo o que conseguir

5 - Faça você mesmo o que conseguir

Sabe pintar paredes? Fazer pátina em móveis? Ou consertar coisas? Muitas vezes, a ajuda de um profissional pode ser recomendável. Mas se você entende do assunto, por que não pôr a mão na massa e economizar?

Algumas coisas são realmente simples de fazer – como algumas das dicas de decoração que você vai ler abaixo. Para outras, talvez seja necessária um pouco de habilidade manual. Mas para quem gosta desse tipo de atividade, um tutorial de Youtube pode ser suficiente para aprender novos truques e deixar a casa com um novo visual.

6 - Considere um piso laminado

6 - Considere um piso laminado

Revestimentos como piso vinílico, laminado, resina epóxi, tecnocimento, etc. são opções para quem prefere colocar um piso sobre outro, sem perder dias quebrando o antigo para colocação de um novo.

Em alguns casos, o revestimento pode, inclusive, sair mais barato do que toda a obra de retirada e reposição de pisos. Vale a pena pesquisar.

Os revestimentos são facilmente aplicáveis sobre cerâmicas e porcelanatos, só não podem ser sobrepostos a pedras irregulares.

7 - Repagine móveis 4

7 - Repagine móveis e reaproveite outros objetos

Para dar novos ares ao seu lar, você pode tentar reaproveitar o que já tem, transformando ou incrementando móveis e objetos.

Você pode, por exemplo, fazer um balcão ou uma penteadeira vintage com o pé daquela antiga máquina de costura da sua avó (aquela Singer de pedal, lembra?).

Você pode fazer pátina em armários, mesas ou cadeiras.

Pode usar pallets de madeira para criar os mais diversos móveis, como armários, estantes, divisórias, porta-objetos e até hortas verticais.

Pode comprar capas ajustáveis de cores diversas para usar em sofás e poltronas.

E aqui tem mais 30 ideias para reaproveitar objetos que iam para o lixo fazendo novas decorações e utensílios para sua casa.

 8 - Adesive os azulejos

8 - Adesive os azulejos

Uma ideia de decoração barata e que pode dar todo um novo visual a um ambiente é adesivar alguns azulejos.

Você pode usar cada azulejo com um estampa variada, criando um visual bem assimétrico e ousado. Ou pode também adesivar os azulejos apenas com algumas faixas, formando um padrão de estilo mais clássico. Use a criatividade e mãos à obra.

9 - Adesive sua geladeira

9 - Adesive sua geladeira

Está querendo dar uma nova aparência para sua cozinha? Que tal adesivar sua geladeira?

Como se trata de um eletrodoméstico de destaque na cozinha, uma mudança pode fazer a diferença em todo o ambiente.

A melhor notícia é que dá para adesivar a geladeira com papel contact. Basta escolher a cor de sua preferência. E ter alguns cuidados básicos na hora de aplicar. A ideia é prática e barata.

10 - Faça uma horta em casa

10 - Faça uma horta em casa

Outra ideia barata de decoração que pode dar um novo aspecto aos mais diversos ambientes.

Você pode, por exemplo, usar um pallet para fazer uma horta vertical na cozinha ou na sala.

Pode usar potes de vidro (estilo pote de azeitona) para cultivar as plantas e colocá-los sobre um pedaço de madeira para fixar na parede.

Pode usar canos de PVC ou garrafas PET para criar floreiras nas janelas ou nas paredes.

E além de embelezar o ambiente gastando pouco, sua nova horta ainda pode contribuir para uma melhor alimentação e para uma certa economia no mercado.

Gostou do artigo? Comece a economizar também em suas transações financeiras. Conheça o maior sistema cooperativo financeiro do Brasil, o Sicoob.

Gostou dessa dica? Cooperação começa por aqui, compartilhe esse conhecimento.


Assine nossa newsletter!


    Matérias que você também pode gostar