Verão é época de aproveitar a energia solar

Como a luz e o calor da estação favorecem a produção de energia

Guia de Bolso | 10 de dezembro de 2019
Painéis de energia solar ajudam a economizar energia no verão
Painéis de energia solar ajudam a economizar energia no verão

Com o verão, as horas de Sol e o calor aumentam. Ótima oportunidade para aproveitar bons momentos ao ar livre e ampliar a produção de vitamina D em nosso organismo (favorecida pela exposição consciente ao Sol). Só que, com o calor, o uso de equipamentos de alto consumo elétrico, como o ar-condicionado, também costuma aumentar. Mas a solução pode estar na própria energia solar, que pode ser utilizada para diminuir os gastos com a conta de luz.

A energia solar é uma alternativa renovável, limpa e sustentável, já que não exige desmatamento de grandes áreas, não polui e não faz barulho. Além disso, a instalação de um sistema de captação e conversão de energia solar em energia elétrica é simples e rápida e os dispositivos requerem manutenção mínima.

Durante o verão, a produção de energia ainda é favorecida pelas características da própria estação. E você pode até ter uma geração de energia superior ao seu nível de consumo, ganhando créditos para aproveitá-la depois. Entenda melhor:

– Os dias mais longos e os sistemas fotovoltaicos

Os sistemas de energia solar fotovoltaicos (placas solares conectadas a baterias) convertem a radiação solar (luz) em energia elétrica. Portanto, quanto mais tempo ficam expostos ao sol, maior a produção de energia.

Como, no verão, os dias têm maior duração, a quantidade de energia produzida pode até ser maior do que a quantidade consumida. Nesse caso, a ANEEL permite que o consumidor acumule créditos para uso futuro do excedente gerado.

Por outro lado, como os sistemas fotovoltaicos não dependem do calor, eles podem ser vantajosos inclusive em regiões com inverno mais rigoroso, como no Sul do país.

– O calor do verão e os sistemas térmicos

Os sistemas de energia solar térmicos (coletores ou concentradores solares com turbina de conversão) usam o calor do Sol para aquecimento direto de água ou para a produção de energia elétrica. Assim, as altas temperaturas do verão também favorecem uma maior produção de energia pelos sistemas térmicos.

– Chuvas de verão: um apoio na manutenção

A sujeira em painéis, coletores e concentradores solares pode diminuir a eficiência dos sistemas fotovoltaicos. Nesse sentido, as chuvas de verão podem ser consideradas aliadas da limpeza das placas.

Em regiões ou períodos de poucas chuvas, o aconselhável é realizar a limpeza de painéis a cada 4 meses. Se o volume de chuvas for maior, a manutenção a cada 6 meses costuma ser suficiente.

– Outras vantagens da energia solar

De maneira geral, a instalação de um sistema de energia solar permite reduzir os gastos com a conta de luz de 60% a 95%. Uma economia significativa que faz com que o investimento tenha retorno em menos tempo.

O sistema de compensação de créditos definido pela RN 482/2012 da ANEEL é outra vantagem, autorizando o uso de excedentes de energia em períodos de menor produção.

Além disso, a energia excedente produzida por sistemas fotovoltaicos não gera cobrança de PIS nem de COFINS. E – com exceção do Amazonas, do Paraná e de Santa Catarina – os consumidores que possuem um sistema de geração distribuída são isentos de ICMS.

Para completar, a geração de energia elétrica a partir da energia solar é uma das alternativas que mais favorecem o meio ambiente, evitando a emissão de CO2 e o desmatamento de grandes áreas para a construção de represas.

– Ainda dá tempo de garantir seu sistema de energia solar neste verão

Na prática, a instalação de um sistema de energia solar não demora muito (de 1 a 4 dias para um sistema fotovoltaico residencial ou até 30 dias para um sistema empresarial).

Porém, antes disso, é preciso considerar que há um prazo para o dimensionamento do sistema, fornecimento dos equipamentos e obtenção da documentação necessária (como a autorização da concessionária local para conexão à rede elétrica), o que pode levar em média 30 dias.

De todo modo, entre 1 e 2 meses já é possível ter o seu sistema fotovoltaico funcionando. Se você começar a considerar essa ideia agora, pode até aproveitar os benefícios da energia solar ainda neste verão.

 

Já pensou em financiar seu sistema de energia solar? Confira as condições oferecidas pelo maior Sistema Cooperativo Financeiro do Brasil, o Sicoob.

Gostou dessa dica? Cooperação começa por aqui, compartilhe esse conhecimento.


Assine nossa newsletter!


    Matérias que você também pode gostar